Arquivo da tag: blog

OneTiagueraDv – Faz Parte

Não é mais novidade para ninguém que o OneDv vem rendendo suas peripécias mais no período noturno da semana, e como parte desse fenômeno, Tiago Pini foi o protagonista desta cobertura. Tiago, figura carimbada do Parque do Ibirapuera, Avenida Paulista e orgulhoso morador da Zona Sul paulistana, é um daqueles skatistas que sempre vão impressionar e tirar uma da manga que ninguém imagina. É interessante como em nenhum momento pareceu que algum tipo de dúvida pairava sob sua cabeça enquanto uma tentativa de manobra era executada. Andando de skate desde a hora do almoço até à noite, o comprometimento é forte, e é algo muito bom de se perceber na pessoa.

No primeiro dos dois dias, Leandro Furini e Joe Borges encontraram-se com o atleta pelo Parque Ibirapuera, por volta das 21h e de lá levaram-no para o primeiro pico: a praça do McDonalds da Avenida Bandeirantes, uma praça de simpática, com 2 canteiros de plantas no meio, com 2 escadas (uma da praça para o chão ruim da parte da calçada e a outro do drive-thru para a praça), bordas baixas e um chão bastante razoável. Tiago já havia andado antes no local e fizera uma tentativa despretenciosa de F/S Flip na escada para a praça, o que mais tarde se concretizaria. Arrumamos todas as bugigangas, luz, devidos ângulos, e não tardou para que Tiago concretizasse seu F/S Flip perfeitamente, depois de uma sequência de boas tentativas, um descanso, dois quase acertos e por fim a execução perfeita.

Tiago soltando o F/S Flip com o deus McDonalds de olho em tudo

Depois  da manobra, Tiago ainda viria a acertar um F/S Bigspin (uma de suas maiores especialidades, assim como o 360 Varial) na mesma escada. A missão na pracinha não tardou a acabar, e saindo de lá, à bordo do OneDv móvel, a próxima  missão era um pouco mais dificultosa.

Um dos mais tradicionais símbolos do tão aclamado consumismo na cidade, o Shopping Ibirapuera, é conhecido também por ter uma apetitosa escada de  7 degraus do lado de fora. Essa escada já ficou eternizado por boas manobras, como o Varial Flip do falecido Betinho Pires, lá pro começo dos anos 2000. A escada tem um chão excelente na ida e razoavelmente bom na volta, um tanto quanto cascudo. Para os seguranças do local não há brincadeira, já fomos barrados antes em matéria com Leo Fagundez, e dessa vez sabíamos que a brincadeira tinha que ser mais rápida. No carro os 3 já conversavam do fato de que a manobra tinha que ser concretizada em no máximo umas 3 tentativas, de preferência de primeira. Então a dúvida era qual manobra tentar. Tiago ao ver a escada já disparou que voltaria um S/S Ollie sem maiores dificuldades, sinal de confiança, o que é contagioso em momentos como esse. Rapidamente saímos do carro e já nos dirigimos à escada, armando os equipamentos e esperando o baque da manobra no chão. Tiago deu uma olhada rápida na escada e logo na primeira tentativa, concretizou o S/S Ollie perfeito e impressionando aos OneDv’s de plantão. Nem sombra de segurança nenhum por perto.

S/S Ollie na escada do Shopping Ibirapuera

Em seguida do feito, e impressionados com a facilidade, continuamos a registrar a sessão na escada, só que dessa vez com um Flip, que além de ter machucado o pé de Tiago devido ao impacto, foi interrompido pelo segurança. Mas não há problema, esse S/S ollie já foi de grande tamanho dentro do contexto do pico. Enquanto o segurança soltava uma groselha atrás da outra, revoltado por ter sido driblado homéricamente em seu próprio território, eis que surge um jovem morador da região, vestido parecendo um pirulito jeans e defendendo os ideiais do skate fervorosamente com o segurança “skate não é crime não, deixa os caras andarem”. É claro que esta figura não poderia passar batida, e ele aproveitou a situação para dar uma palhinha  de seus velhos tempos de skate. O camarada entendeu o espírito da situação.

Tiago já sofrendo com os impactos da escada

A escada é amiga, tanto pela manobra quanto pelo descanso

 O camarada pegou o espírito da coisa

Voltamos para o OneDv Móvel e as praticamente 2 horas que se passaram desde o encontro inicial no Parque já haviam rendido boas manobras. Ainda pela região, voltamos à um antigo conhecido da galera, o Extra da Av. José Maria Whitaker, na região do Planalto Paulista. O gap de chão ruim tanto na ida quanto na volta, que já é conhecido da mídia skateboardeira, foi o palco da última missão do primeira dia. Tiago já chegou pensando em um 360 Flip, que sem dúvida nenhuma é a manobra para esse gap. Não há duvidas de que existem manobras que combinam com determinados lugares, até mesmo plasticamente falando, coisa que não se pensa com tanta frequência, e esse 360 Flip seria a manobra desse pico. Uma rápida olhada em elementos como a velocidade, o espaço da volta, etc já mostraram a dificuldade para Tiago. As tentativas começaram e o cansaço foi chegando. Não contabilizamos com exatidão, mas acredita-se que umas boas 20 tentativas foram proferidas contra o solo do lugar. O cansaço foi tomando forma e Tiago foi ficando exausto. As tentativas que estavam muito perto e muito bonitas à príncipio foram ficando um pouco mais longes e Tiago resolveu dar como encerrada a sessão do dia, afinal, o gap estava ali à nossa disposição e não vale a pena ficar se arriscando cansado deste jeito. Neste dia renderam poucas porém interessantíssimas manobras, bem soltadas e com bom-gosto.

Eis que veio o segundo dia de sessão. Assim como no primeiro dia, os 3 integrantes estavam presentes, só que com um novo espectador: o grande Rovani, amigo de Tiago e morador da mesma região que ele. Skatista das ruas, Rovani  voltará a andar a pouco tempo, depois de um bom tempo sem skate por razões pessoais, e dessa vez estava dando o devido apoio ao protagonista da matéria. A sessão começou na Avenida Paulista, onde os integrantes da barca soltaram suas manobras descontraidamente e sem nenhuma gravação, na companhia de amigos da sessão. Terminada a sessão, o OneDv Móvel se dirigiu logo ao gap do mercado Extra e já chegou direto ao ponto. Todos os equipamentos foram armados e a missão pela volta da manobra começou firme e forte no frio extremo da madrugada. Tiago estava tão inspirado quanto da primeira vez, descansado e com o gás nas alturas, chutando o 360 Flip para colar exatamente no pé da frente. Quando a brincadeira vinha tomando forma, e a manobra era apenas uma questão de tempo para ser voltada, um segundo se tornou crucial, foi o segundo em que o pé direito de Tiago pousava de lado no chão e torcia seu tornozelo violentamente. No momento todos já foram acolhê-lo e não haviam dúvidas de que a sessão acabava precoce. Infelizmente, um momento desagradável que todo skatista já passou ou vai passar.

A reflexão

As tentativas do 360 Flip de Tiago estavam enchendo os olhos

As luvas já sofriam com o áspero chão

O resultado

Em alguns minutos a berinjela já estava madura

O OneDv Móvel então foi herói nessa história também, levando Tiago até sua longínqua residência e tendo a ajuda importante de Rovani carregando Tiago até a porta. Simbólicamente, Tiago resolveu deixar suas luvas no pico, veremos se isso ajudará à uma possível volta do 360 Flip. Infelizmente a manobra não foi executada, mas a garra que Tiago representou desde o primeira dia de matéria foram impressionantes e sem dúvida ele cravou um lugar importante no blog. As lesões fazem parte da caminhada, e o que não falta é vontade de voltar esse 360 Flip para exorcizar os demônios que ficaram para trás, mas que são insignificantes perto das conquistas que foram voltadas com as 4. Faz parte.♣

        

    

      

OneTourDv – Balneário Camboriú

O OneDv cruzou as fronteiras de São Paulo e Paraná para trazer à vocês uma tarde na pista de Balneário Camboriú. Na missão estavam envolvidos Raphael “Pezão” Mariano, Anderson “Curumim” Ferreira, Vitor Nunes, Carlos Felicce, André Gouvêa e Jonatan May. O representante oficial OneDv da missão, Pezão, desceu de ônibus até o local, encontrando Curumim e André, cada um tendo chego em seus respectivos veículos (André no caso chegou de avião, que obviamente não estava em sua posse, enquanto Curumim veio de automóvel) para se encontrarem com o veterano de matérias antigas e agora morador de Santa Catarina, Vitor Nunes para ficar um fim de semana em Balneário Camoboriú. Em uma noite na pista local, boas manobras foram registradas e editadas para o deleite da família brasileira. ♣

 

           

      

    

     

OneSJCDv – A Marcha

Nesta onda de marchas de tudo que há de útil e inútil, os velhos heróis resolveram marchar em direção à São José dos Campos. Uma marcha em prol de boas manobras, bons momentos e esperando o inesperado. Castigados pela chuva, no OneDvMóvel iam Leandro Furini, Raphael Mariano “Pezão” e Pedro Prado. A primeira parada foi Jacareí, onde os marcheiros apenas deram uma olhada na pista e seguiram seu trajeto, a busca por picos alternativos e algo que revolucionasse a história da raça humana começava. A segunda parada foi no tradicional Shopping Vale Sul, para uma mais que merecida refeição antes de amarrar os tênis e apertar os trucks. Pedro Prado deu um show de alimentação, devorando Milkshake, McDonalds, Pão de Queijo e o duvidoso Suco Bagaço. A parada foi breve, apenas para forrar o bucho, o melhor ainda estaria por vir.

E a brincadeira começa

A chuva castigou o OneDvMóvel

Pezão

Round 1: Milk-Shake

Round 2: McDonalds, esse foi de nocaute

Round 3: Suco Bagaço, ai a luta ficou intensa

Além da sustância, a parada no Shopping serviu também para que a marcha entrasse em contato com os já conhecidos do blog, Marcio Roberto “Robertinho”, que estava na missão de achar alguns picos épicos, e com Arnoldy Monteiro, que com o auxílio do também skatista Jean “Purê” conseguiu um palco de madeira, que foi protagonista da sessão. É importante ressaltar que a chuva continuou em São José dos Campos. Assim que se encontraram com os dois locais, e já de palquinho em mãos, percebia-se que a chuva não daria trela, então a marcha se dirigiu para um colégio público no bairro de Palmeiras, onde uma quadra suculenta estava à espera. Mas não foi tão simples assim, para poder andar , foi preciso a autorização da prefeitura da cidade, representada pelo Secretário do Centro Esportivo do Palmeiras (nada a ver com o clube de futebol) que ouviu as intenções da marcha em divulgar os skatistas do Vale do Paraíba e fazer uma matéria a respeito. Agora, amigos, as fotos lhe contarão com mais detalhes o que aconteceu no recinto.

Robertinho com um B/S Bluntslide Reverse

Pedrinho e um Nollie B/S Crooked

E para dar uma variada, um B/S Smith de Robertinho

Nollie F/S Grind Reverse do jeito mais difícil

S/S F/S 180 Grind Reverse

Arnoldy pulou o palco com um alto e embicado S/S Flip

Robertinho com um B/S Heelflip por sobre o palco

Robertinho lançou esse  S/S HeelFlip castigando o palco um pouco mais

F/S Noseblunt de Robertinho

Arnoldy já tirou um B/S 180 Fakie Nosegrind Reverse da manga

E outro mais controlado ainda

O nível ia subindo, e Arnoldy voltou com facilidade esse S/S B/S Bluntslide

Nollie Flip B/S Grind de Arnoldy

Nollie F/S Noseslide Bigspin tirado da manga

Robertinho voltou a pular o palco, mas dessa vez com um Nollie B/S Bigspin

Varial F/S Nosegrind Reverse

Robertinho lançou este S/S F/S Tailslide 270 Out

F/S Tailslide Bigspin Out correndo o palco todo

E em seguida o contrário, B/S Tailslide Bigspin Out

B/S Crooked to S/S Grind Reverse, essa não se vê sempre por ai

Pedrinho impressionou com esse Nollie HeelFlip B/S Crooked do capeta

Pezão filmando um Nollie 360flip de Robertinho na linha

Arnoldy em um dos momentos mais sublimes do skate: a remada

O tombo é inevitável

Pezão registrando o Nollie Grind de Arnoldy para fechar mais uma linha

Apenas checando

A sessão na quadrinha foi bastante intensa, deixando todos os envolvidos cansados e devidamente satisfeitos com o resultado. Uma hora teríamos que partir do local, e essa hora veio a chegar ao começo da noite, quando os heróis saíram do local, agradecidos ao Secretário de Esportes e à Jean “Purê” que foi responsável por levar o palco até a quadrinha, possibilitando tamanha aventura. Em seguinda, os marcheiros se dirigiram ao bom e velho Habib’s. Mais uma vez, Pedro Prado se mostrou um grande entusiasta da alimentação casual, e assim como ele todos apreciaram uma merecida recompensa em forma de esfihas e fogazzas.

Round 4:  A vitória merecida

Se você pensa que a sessão acabou nos domínios do Habib’s, está enganado. Próximo da residência habitada por Arnoldy Monteiro, foi flagrada uma trave alta vinda da rampa. A chuva já havia cessado, e o frio tomava conta da cidade, o aquecimento pós-esfihas não era mais tão simples, mas eis que Robertinho resolveu encarar o obstáculo. Com mais de um F/S Noseslide concluído, foi tentar um intenso F/S Smith, que infelizmente terá que ficar para a próxima matéria, tudo ao seu tempo.

F/S Noseslide de Robertinho num ângulo mais baixo

A trave era alta, e este ângulo mostra isso com clareza

Checand0 o resultado da brincadeira

E foi assim que a marcha foi concluída, a chuva apesar de ter atrapalhado mostrou aos envolvidos que um palco e uma quadra podem render uma ótima tarde. Fechando com chave de ouro na trave alta, os locais da cidade Marcio Roberto e Arnoldy Monteiro voltaram para suas devidas residências e o OneDvMóvel seguiu viagem para São Paulo novamente. ♣

 

                

   

      

      

      

OneTourDv – Boiçucangada

Na segunda semana do mês de Junho de 2011, aconteceu um evento histórico nas vidas dos envolvidos nesta missão: A primeira OneTourDv para a cidade de Boiçucanga.  Leandro Furini, Raphael Mariano, Fabio Oliveira e Pedro Prado foram os participantes da saga, e aproveitaram bem a conhecida pista da cidade. Saindo de São Paulo à bordo do OneDvMóvel, os heróis partiram em direção à cidade, confiantes de sua contribuição para o skate nacional. Antes de chegarem à Boiçucanga, uma parada no Bowl de Barra do Una era inevitável, e os heróis não pensaram duas vezes antes de embarcar na missão. O Bowl não era fundo e nem tão côncavo, ideal para uma sessão descontraída e  linhas fluídas. Ao chegar lá, junto ao Bowl, quem marcava presença mesmo eram as crianças locais, que sem medo de serem felizes já se aproximaram dos viajantes, curiosas com tantos equipamentos de filmagem e tábuas de madeira com trucks e rodas. Em clima de descontração, a sessão aconteceu sem maiores problemas e apesar do tempo frio, a missão rendeu algumas boas manobras, que estão disponíveis aqui em forma de fotos e filmagens (claro que nem sempre todas as manobras acabam sendo registradas, seja por falta de bateria ou de motivos maiores como piriris e convulsões). Assim que aquele sentimento de missão cumprida pairou pelo ar do Bowl de Barra do Una, os heróis se dirigiram à 200Km/h para Boiçucanga à fim de saquear a cidade e também fazer uma sessão na pista da cidade, se sobrasse tempo. A sessão na pista local, que tinha uma borda extensa com despenco e um degrau traiçoeira embaixo, cones à serem engolidos por manobras lançadas pela rampa e corrimãos subindo, durou pelo resto da tarde. A câmera de Raphael Mariano e as lentes de Leandro Furini foram as protagonistas das imagens, enquanto todos deram sua contribuição para a matéria. Confiram as imagens e tirem suas conclusões sobre essa grande balbúrdia.

Fábio e Leandro na missão, o OneDvMóvel voava baixo

Pedro vivendo

Pedro hibernando

Pezão e Pedro fora do OneDvMóvel

Raphael “Pezão” mariano sorrindo maroto

Fábio aplaudindo o matagal

A criançada radicalizando no parkour

Pedro e a criançada

O Bowl de Barra do Una

Surfskatesexo, OneDv e Leandro Furini

Pedrinho – B/S 5050 e Fábio voltando de mais uma tentativa

Fábio tirando da manga um F/S Feeble

Fábio lançando um B/S Mayday

Raphael “Pezão” – Fakie Hangup

Raphael e o mini-flip com as quatro

Na pista de Boiçucanga é que a sessão se concretizou mesmo. Raphael “Pezão” Mariano – B/S Noseslide

Raphael “Pezão” Mariano – F/S Tailslide corrido

Pedro Prado – B/S Crooked até o final

Uma coisa que é interessante de se ressaltar é que esta matéria difere em muito das outras que usualmente fazemos, pois envolve diretamente membros do blog andando e estando no palco, e não só nos bastidores, como de costume. Raphael Mariano e Leandro Furini protagonizaram o post com louvor, e as fotos e imagens ficaram divididas a cargo de de dois ou mais integrantes, o que tornou a matéria mais híbrida e participativa por parte de todos.

E para quem esperou até aqui pacientemente, aqui estão o que as lentes de Raphael Mariano captaram.  ♣

        

       

   

   

OneFestivAlmaDv – Tem Uma Pista na Minha Sopa

Para você que se revoltou com os 2 meses de treinamento intensivo que nós do OneDv passamos longe sem postar nada, pedimos nossas humildes desculpas, querido internauta, e é com esse Wallie de Ricardo Dexter  que lhes trazemos um pouco da nossa visão  do que aconteceu de novo esses dias no velho Ibira. Nos dias 26,27 e 28 de Maio aconteceu no pavilhão do Parque Ibirapuera, o FestivAlma 2011, evento na realidade de surf, patrocinado pelos chinelos Rider,  e que envolveu shows, como o de Donovan Frankenreiter, exposições (inclusive do fotógrafo Heverton Ribeiro, da Tribo Skate) e outras peripécias. Dentre essas peripécias, estava uma pista de madeira, estreita, com obstáculos inusitados e bem distribuídos e aberta para que todos aqueles que estivessem prestigiando o evento andassem e fizessem sua sessão. A pista era patrocinada pela Element Brasil, como parte da ação Have a Dope Day, que instiga os seres humanos sobre rodas a acima de tudo se divertirem com seus amigos na sessão e que pensem de uma maneira mais leve e descontraída. A equipe trouxe seus atletas brasileiros para o evento, contando com outras participações ilustríssimas, como a do veterano Paulinho Barata e do velho marujo Leo Fagundez. Muitas manobras rolaram ao longo dos três dias, regadas à cerveja e á música alta. Para quem está se sentindo órfão do fechamento temporário da marquise do Ibirapuera, o evento trouxe o skate de outra maneira para os domínios do Ibira. Quanto ao evento, tudo ocorreu bem, a não ser para Mário Romário, que se chocou com o skate de Leo Fagundez e bateu o peito na guia do gap com rampa, que por sinal era um obstáculo interessante, que rendeu (além de manobras lançadas pela rampa por sobre o gap) algumas boas combinações de manual. A pista era bastante interativa, alguns obstáculos podiam ser mudados de lugar  e a criatividade não teve limites nessa empreitada. Voltando ao ocorrido com Mário Romário, ele foi atendido por bombeiros e paramédicos no local e encaminhado ao hospital, acompanhado de Leo. No meio da sopa do FestivAlma, havia a pista da Element pra dar uma emoção aos presentes. Todos marcaram seu lugar na demo, esse foi o grande espírito do evento. As fotos aqui falarão mais do que as palavras, e em muito mais breve do que imaginam ,nos vemos novamente aqui pelo mundo de OneDv. ♣

F/S Flip de Dhiego Correa por sobre o gap

360flip de Akira Shiroma, estiloso

Flip Shifty de Dhiego Correa por sobre o gap.

Ricardo Dexter, B/S 5-0 pulando o Gap.

Ruggero Fiandanese, Gap pra F/S Tailslide

Paulo Piquet levando pra outro nível. Nollie F/S Heel do gap subindo pra rampa.

Paulo Piquet com um F/S Feeble na trave.

Klaus Bohms acertou esse B/S Smith na trave.

Akira Shiroma também deixou seu F/S Feeble na trave por sobre o gap.

Ruggero Fiandanese e Akira Shiroma ao fundo.

PS: E para quem sentiu falta de uma foto de Leo Fagundez, não temos tal conteúdo. Mas aqui está uma ótima foto-sequência do rapaz, tirada pelo fotógrafo da revista Tribo Skate, Marcelo Mug.

             

 

 

OneSessionDv – Na Gloriosa Praça Dina

O OneDv mais do que orgulhosamente apresenta para você, internauta, esta gloriosa session num dos picos mais escondidos de São Paulo, a Praça Dina. Essa praça fica próxima à Marginal Pinheiros, e apesar de já terem castigado bastante as bordas, o pico é bem recente. O pico se localiza próximo a prédios residenciais e foi modificado por skatistas para tornar-se do jeito que está atualmente. A  sessão contou com a participação de Joe Borges, Leo Fagundez, Junior Tampa, Marcelo Valadão e Fabio Oliveira, e a filmagem e fotos ficaram no encargo de Leandro Furini, com ajuda de Leo na filmagem e  de Tampa e Fábio nos flashes.

A sessão foi bastante proveitosa, muita manobra boa acontecendo, porém, infelizmente nem tudo pôde ser captado por nossas lentes, já que a bateria acabou no ápice da sessão.  Confiram aí o que aconteceu de melhor nessa tarde nublada de domingo, onde nossos heróis tiveram um momento de tranquilidade, paz, destruição e caos. ∞

Joe Borges