Arquivo do mês: fevereiro 2011

OneNightDv – Parte 2: O Sereno e A Chuva

Nesta Terça-Feira, saímos pelo sereno das ruas de São Paulo para retomar a missão Youssef. A missão consistia em voltar ao Gap do Posto de Gasolina no Morumbi e fazer pelo menos mais 3 fotos, com filmagens, mas como São Paulo é uma caixinha de surpresas (ou não) as coisas acabaram tomando outro rumo. A sessão teve início no Parque Ibirapuera, onde nos encontramos para desbravar a noite paulistana em busca de chapuletada na orelha. Saindo do local de encontro, dirigimo-nos até um pico bastante inusitado, num dos viadutos que cortam a Avenida Moreira Guimarães, próximo ao velho Bingo Aratãs. O pico é uma borda reta que continua ao longo da rampa da passarela, o que torna a volta da manobra bem mais difícil. Assim que chegamos e nos assentamos na passarela, uma fina chuva que caia se transformou numa tempestante monstruosa, foi só o tempo de dar uma velada na borda. Voltamos para o carro, já bastante castigados, e resolvemos dar uma passada num bar de um velho amigo ali na região de Moema, ao menos enquanto a chuva não passasse. Assim que chegamos lá, a chuva já deu uma diminuída, como uma provocação infantil dos céus. Ficamos uma meia hora por lá, enquanto o companheiro de barco, Marco Aurélio Cidade, vulgo Kako, adquiria mais um produto do bar, uma garrafa de catuaba. Assim que o chão já estava mais skatável, entramos no OneDv Móvel e  nos dirigimos às proximidades do glorioso bairro da Saúde, mais precisamente na Avenida José Maria Whitaker, onde a parada foi num clássico Pão de Açucar da região. O pico é conhecido por ter um corrimão branco curto e que cai numa descida de chão áspero, desovando na avenida movimentada (nem tanto naquela hora da noite, por volta da meia noite). Analisamos o pico, aquecemos um pouco e Caio sentiu que um F/S Rock podia sair da manga no corrimão. Depois de algumas tentativas, a manobra foi tomando forma e enfim um perfeito F/S Rock para a avenida, filmado (acreditem se quiser!) e fotografado, foi concretizado. A alegria tomou conta da trupe que viu que apesar da chuva desgracenta, a sessão prometia.

Caio Youssef – F/S Rock

Saindo dos domínios da Saúde, ainda nos dirigimos novamente para a passarela da 23 de Maio, mas as poças de água já haviam dominado o pico. Mesmo com a pendência do Ollie no Gap do posto de gasolina no Morumbi, resolvemos explorar agora a Vila Olímpia e Pinheiros. Chegamos à frente do Shopping Iguatemi, já por volta da 1h da manhã para checar um corrimão do Itaú que ficava do outro lado da rua, mas infelizmente o pico era inskatável. De lá partimos para a Vila Olímpia, onde sabíamos de um corrimão no chão, também numa agência Itaú (coinscidência pura..). O corrimão era comprido, subindo e com plantas do lado, com uma mureta atrapalhando sua entrada e bastante claustrofóbico.

Um susto pra descontrair

As tentativas começaram, e por aproximadamente 1 hora, Caio deu um sangue por um difícil B/S Rock Reverse Transfer, arrancando no meio, o que era o único problema na execução da manobra. As tentativas iam ficando cada vez mais próximas, e como nada é perfeito, a chuva voltou a cair. Foi um soco na boca, já que tudo estava ocorrendo muito bem nessa altura.

Caio Youssef  – B/S Rock Reverse Transfer

Não nos restou nada além de recolhermos todos os apetrechos e entramos no carro novamente. Frustração não é exatamente a palavra que define a sessão, já que mesmo com a chuva tendo atrapalhado e muito nossos planos, a presença dos amigos, a descontração e todo o clima que envolve fazer a matéria já compensaram, e em muito, qualquer impecilho que tenha entrado em nosso caminho noturno. Infelizmente a manobra terá que ficar para semana que vem, assim como as filmagens que serão cuidadosamente editadas por nossos peritos. Se a chuva e o sereno andaram juntos nesta noite, cabe a cada um dar o devido valor para o que realmente interessar, ou à chuva, destruidora, ou ao sereno, revigorante e inspirador. Assim que der o seu devido valor e ter descoberto o verdadeiro sentido da nossa existência, vá para casa e coma um daqueles hambúrguers de microondas que sempre salvam no fim da sessão de madrugada. Voltaremos mais cedo do que vocês imaginam. ♣

Joe Borges